Segurança em IoT separa fornecedores de parceiros estratégicos

A segurança em IoT é um dos assuntos mais importantes dos últimos anos quando o assunto é tecnologia. Diversas pesquisas na área já apontaram que, entre as principais preocupações dos gestores, ao iniciarem ou expandirem projetos envolvendo Internet das Coisas, está justamente o risco potencial de ataques contra os dispositivos e as redes.

De acordo com os últimos levantamentos liberados pela McKinsey, quase 50% dos executivos C-level admitem já ter sofrido algum tipo de ataque dessa natureza, dentro dos quais 25% julgam que os resultados adversos foram de alto ou severo impacto.

Em 2018, foram detectados só pela Kaspersky Lab, mais de 30 mil dispositivos IoT infectados na América Latina, sendo 72% deles no Brasil, 13% no México e 4% na Argentina. O Brasil recebe, ao todo, 23% dos ataques globais destinados à Internet das Coisas e, em todos os casos, faz-se o abuso de um recurso óbvio: o acesso remoto.

segurança em IoT

Surpreendentemente, porém, mesmo diante desse cenário, o nível de esforço em segurança por parte das empresas está caindo. E isso, claro, tende a elevar as fragilidades, a não ser que medidas práticas sejam tomadas no curto prazo, de tal modo que um esquema de barreiras sistematizado e escalável possa proteger os devices.

Para tanto, o primeiro passo parte dos fornecedores e desenvolvedores das soluções de IoT. Afinal, o ideal é que a segurança componha o design das soluções desde o início, e não apenas após sua implementação nas empresas usuárias.

E esse é justamente um dos principais pontos que dividem fornecedores de IoT de empresas parceiras cujo olhar estratégico enxerga as soluções de forma integral, desde a fase mais embrionária de desenvolvimentos até o momento de máximo potencial de escalabilidade.

Falta de segurança diminui a expansão da IoT

Corporações de diversos segmentos que passam pela transformação digital estão preocupadas com o potencial crescente de ataques cibernéticos às redes de IoT. Eles representam um risco seríssimo não apenas em razão da proteção de dados, mas também devido aos importantes prejuízos financeiros que acarretam com a reparação dos danos.

Atualmente, ataques relativamente simples podem desencadear grandes estragos, sobretudo em devices com pouco ou até mesmo nenhum padrão de segurança. E, por mais que pareça improvável haver soluções de IoT que ainda não se ajustaram aos padrões de segurança mais robustos, elas continuam a circular pelo mercado, repletas de vulnerabilidades.

Para as empresas desenvolvedoras de soluções de IoT com visão estratégica, a segurança é um eixo central para a continuidade do negócio, visto que está diretamente ligada à sua reputação no mercado. São elas as grandes responsáveis por sempre estarem um passo à frente das ameaças, agindo proativamente aos danos e não apenas reagindo a eles. Nessas empresas, a segurança está no DNA corporativo e todos os projetos são pensados e desenvolvidos com vistas a mitigar qualquer risco de falha e fragilidade.

Veja com detalhes:
Elektro reduz 60% do custo de leitura com solução V2COM
Enel: um case de sucesso com tecnologia V2COM

Diante do que foi exposto até o momento, uma pergunta bastante pertinente pode vir à tona: se a segurança, como dito, é um ponto central para o sucesso de uma empresa fornecedora de IoT, por que então ainda existem várias delas que não focam nessa área?

A resposta está no time-to-market. Em muitas empresas, a estratégia de negócios foca na agilidade e na conquista de share de mercado. Somente depois disso é que se olha para as particularidades de cada cliente e para as melhorias necessárias no que se refere aos padrões de segurança.

Além disso, devices e sistemas seguros obviamente possuem maior valor agregado o que é incompatível para desenvolvedores que optam pela estratégia de baixo custo. E se por um lado isso é extremamente interessante em termos financeiros para alguns fornecedores, por outro representa um enorme risco à toda operação dos clientes, que ficam muito mais suscetíveis a invasões e vazamento de dados.

Por esse motivo, é fundamental a escolha de um parceiro estratégico para compor a estruturação das soluções de IoT e não apenas um fornecedor com foco na venda. As relações nessa área devem ser perenes, seguras e escaláveis desde o início. Acordos comerciais pontuais, sem visão de longo prazo, certamente não gerarão todo o impacto positivo que a Internet das Coisas guarda consigo.

Segurança automatizada garante escalabilidade

A segurança em soluções de IoT garante transparência enquanto enfraquece as possibilidades de ataques. Mas, em se tratando dos devices conectados e sua infinita variabilidade, como é possível escalar protocolos seguros sem desconsiderar essas particularidades?

A resposta está na automação. Com base na análise de milhões de devices por Machine Learning, é possível definir rapidamente as personalizações de segurança específicas de cada dispositivo, de tal modo que os sistemas tornam-se mais seguros desde as fases prematuras de design. 

Com isso, é plenamente possível garantir que o produto final estará adequado aos mais modernos padrões de segurança existentes, mesmo antes das fases de testes. A simplicidade dessa dinâmica reduz o tempo e os recursos dispendidos para identificar portas de ataques, garantindo que as soluções sejam implementadas com muito mais eficiência e agilidade.

Leia também:
Lei Geral de Proteção de Dados: mudanças impactam a cibersegurança

Além disso, mesmo após os sistemas já estarem em pleno funcionamento, a análise inteligente de dados permite a adição constante de novas camadas de proteção, que são geradas com base em um cenário de ameaças específicas a um determinado dispositivo (ou conjunto deles). Essas camadas são desenhadas para consumirem o mínimo possível de recursos dos devices, o que garante a manutenção de sua eficiência.

Ademais, esse tipo de solução garante a proteção não apenas contra ameaças conhecidas, mas também desconhecidas, algo fundamental para um mundo em que os ataques tornam-se cada vez mais estruturados e complexos.

V2COM: uma história segura de quase 20 anos

A V2COM é conhecida nacional e internacionalmente como referência no desenvolvimento e fabricação de soluções de IoT ponta à ponta, compondo tanto o Hardware quanto Softwares.

Desde 2002 no mercado, a empresa orgulha-se em estar na vanguarda da inovação, sobretudo no que se refere aos mais altos padrões de segurança dos dispositivos de IoT. Com metodologias exclusivas de desenvolvimento, a V2COM garante a seus parceiros soluções simples e ao mesmo tempo extremamente robustas no que se refere à customização, integração, segurança e análise inteligente de dados.

O design dos produtos, desde a fase conceitual, é integralmente pensado de forma a garantir a escalabilidade de resultados de modo eficiente e seguro, sem perder de vista a atenção máxima às individualidades que cada cliente apresenta em sua estratégia e operações diárias.

Preencha o formulário abaixo e conheça com mais detalhes nossas soluções de IoT