Celesc reduz importantes perdas comerciais com solução de IoT

Tecnologia de telemedição da empresa V2COM reduziu as perdas da distribuidora e descobriu novos padrões de fraude de energia elétrica.

  • O Potencial de Recuperação de Receita Total Acumulado, em oito anos, ultrapassou R$107 milhões
  • Fraude acionada por controle remoto foi identificada com solução de IoT – Internet das Coisas

Case Completo

Com tecnologia de Internet das Coisas, a Celesc Distribuição S.A vem obtendo importantes avanços no combate a fraudes e furtos de energia.

Numa parceria que acaba de completar oito anos com a V2COM, empresa líder em Soluções de Internet das Coisas e Sistemas Inteligentes, cerca de 14.750 unidades já foram telemedidas, apontando mais de 1020 irregularidades. Embora a maior parte dos desvios ocorra nos clientes do Grupo B, ou seja, unidades consumidoras com fornecimento em tensão inferior a 2,3 kV, é através da detecção de fraudes no Grupo A que a Celesc alcança arrecadação mais significativa.

O Potencial de Recuperação de Receita Total Acumulado, nesse período, ultrapassou R$107 milhões. Este valor considera a soma entre o Potencial de Receitas Recuperadas e o de Receita Agregada. O primeiro (um cálculo não oficial, mas baseado na Resolução 414/2010 da ANEEL) é uma estimativa de valores que podem ser cobrados dos clientes com irregularidade ou com alguma deficiência detectada. O segundo, por sua vez, representa o montante que a Celesc deixou de perder nas faturas de um ano subsequente à normalização da irregularidade ou deficiência devido à sua identificação.

Seguindo esse mesmo raciocínio, o Potencial de Recuperação de Energia Total, entre março de 2015 e abril de 2020, ultrapassou 146,500 GWh.

Leia também:
WEG se torna sócia majoritária da V2COM

A tecnologia ainda ajudou a distribuidora a detectar novos padrões de fraude. Um deles, apelidado pelas equipes técnicas de “fraude do controle remoto”, permite que o sistema fraudulento seja completamente desativado com apenas um clique, momentos antes da fiscalização física acontecer.

“Essa união entre tecnologia de ponta e o serviço de distribuição de energia é fundamental para a sociedade e o meio ambiente. O uso irregular sobrecarrega os recursos naturais e eleva as tarifas ao consumidor” – diz o CEO da V2COM, Guilherme Spina.

“O sistema de telemedição tem sido uma excelente ferramenta de apoio no combate às fraudes no nosso sistema. Trata-se de uma tecnologia de alta eficiência, que permite o monitoramento permanente do comportamento do consumo em cada unidade consumidora e inibe, em muito, a possibilidade de ações fraudulentas” , comenta Tiago Lage Nascimetno, chefe da Divisão de Automação da Medição da Celesc Distribuição.