Como o Wi-Fi 6 e 5G ajudam a formatar as Cidades Inteligentes?

As tecnologias 5G e o Wi-Fi 6 são ferramentas fundamentais e complementares quando falamos em Cidades Inteligentes. Ambas fornecem latências mais baixas e maiores velocidades, além de maior robustez, superando em diversos pontos seus predecessores.

A evolução do Wi-Fi 6, por exemplo, faz com que a tecnologia não seja predominante apenas em ambientes fechados (residências e empresas), mas também em áreas onde os pontos de acesso atendem muitos usuários ao mesmo tempo, como estádios, salas de concerto, parques, ruas e centros de convenções. Acelerados, esses locais incorporam-se perfeitamente ao ecossistema em rápido desenvolvimento das Smart Cities.

Já o 5G, com seu maior alcance, é especialmente importante para revolucionar outros aspectos desse novo cenário urbano, o que engloba a conectividade de carros, sistemas de iluminação, água, gás e energia, câmeras de vigilância e grandes operações de manufatura, incluindo os aspectos logísticos adjacentes.

Conheça o Open Lab 5G WEG/V2COM

Ao combinarem a aplicação das duas tecnologias, as empresas conseguem atingir o equilíbrio perfeito entre custos e eficiência operacional e energética, garantindo que os dispositivos conectados trabalhem e compartilhem dados com máxima segurança e rapidez.

No caso da comunicação M2M (máquina à máquina), por exemplo, o Wi-Fi 6 pode ser utilizado para o gerenciamento de blocos de operação dentro de uma manufatura, enquanto o 5G contribui com o cenário macro, interconectando toda a cadeia produtiva da indústria com elevada confiabilidade e agilidade.

5G e Wi-Fi 6: mais casos de aplicação nas Smart Cities

MTL31
                    Motelight V2COM

A combinação das tecnologias 5G e Wi-Fi 6 também se expandem para o controle de tráfego em grandes centros urbanos. Os sistemas de monitoramento inteligentes, por exemplo, podem utilizar IA (Inteligência Artificial) para prover análises avançadas em tempo real, que servem de guia para orientar motoristas e pedestres com mais eficiência. O acendimento de luzes, controle de sinalização e alertas de vagas livres de estacionamento passam a compor um ecossistema único e interdependente de informações.

No que tange à iluminação pública, os postes podem controlar a intensidade da luz conforme o passar do dia e, em áreas mais isoladas, acenderem-se apenas quando algum pedestre caminhar pelo local. Sensores ainda podem auxiliar na engenharia de trânsito, alertando motoristas que trafegam em sentido proibido ou apontando a presença de obstáculos nas vias.

A iluminação inteligente pode ainda ser desenhada para compor rotas de fuga em situações de emergência e auxiliar a comunicação visual entre os cidadãos e suas cidades.


Conheça o Motelight
A solução V2COM para Iluminação Pública