Utilities

A V2COM é referência para as maiores utilities do Brasil e América Latina. Monitoramos ativos que somam mais de 30GW de potência instalada.


No Brasil, embora a matriz elétrica seja aproximadamente 86% renovável, observa-se que grande parte do que é gerado e transmitido sofre com as chamadas perdas técnicas e não técnicas, antes de chegar ao destino final. Dados apontam que ao menos 14,7% do total de energia produzida no país são dissipados no processo de distribuição. Em algumas regiões, esse montante pode alcançar 40%.

  • Perdas Técnicas são aquelas inerentes ao transporte da energia elétrica na rede, relacionadas à transformação de energia elétrica em energia térmica nos condutores (efeito joule), perdas nos núcleos dos transformadores, perdas dielétricas, etc. Podem ser entendidas como o consumo dos equipamentos responsáveis pela distribuição de energia.
  • Perdas Não Técnicas correspondem à diferença entre as perdas totais e as perdas técnicas, considerando, portanto, todas as demais perdas associadas à distribuição de energia elétrica, tais como furtos de energia, erros de medição, erros no processo de faturamento, unidades consumidoras sem equipamento de medição, etc. Esse tipo de perda está diretamente associado à gestão comercial das distribuidoras.

Seja pela necessidade de implantar um modelo distribuído, com a inclusão de fontes mais limpas (como energia solar e eólica), seja para diminuir as perdas técnicas e não técnicas, as chamadas Smart Grids têm sido a grande aposta para conferir mais inteligência à produção, distribuição e consumo de energia.

Transformação Digital das Utilities

Operação mais eficiente, sustentável e segura


Redução
de Perdas

Automação
da Medição

Redução
de DEC

Automação
da Rede

Do Dispositivo Remoto à Nuvem

Dispositivos Remotos Conectados à Nuvem

Monitor de Ramal GTPhases

Agilidade na Atuação em Campo e no Controle de DEC


⇒  Medição e Monitoramento das 3 Fases + Neutro (Delta e Estrela)

⇒  Avaliação Lógica e reporte de variações da rede e queda de tensão

⇒  Integração com Axon e SCADA (DNP3)

⇒  Diminuição de tempo de busca da falha (DEC)

⇒  Monitoramento de clientes expostos a multas em recorrência

⇒  Canal Rural

Sistemas de Monitoramento no Combate à Perda de Água


O último índice de perdas na distribuição de água no Brasil, elaborado pelo Sistema Nacional de Informações sobre Saneamento, indicou que 38,3% do volume disponibilizado no país não foi contabilizado como montante consumido, seja por vazamentos, falhas nos sistemas de medição ou ligações clandestinas.

Em relação ao índice de perdas de faturamento totais, esse número é ainda maior, alcançando 39,21%, o que equivale a mais de R$ 11,3 bilhões não contabilizados.

Esse padrão de perda está relacionado ao volume de água que foi efetivamente consumido pelo usuário, mas que, por algum motivo, não foi medido ou contabilizado.

São falhas decorrentes de erros de medição (hidrômetros inoperantes, com submedição, erros de leitura, fraudes, equívocos na calibração dos hidrômetros), ligações clandestinas, by pass irregulares nos ramais das ligações (conhecidos como gatos), falhas no cadastro comercial e outras situações.

Telemedição de Hidrômetros


Sensores inteligentes acoplados a soluções completas para captação, comunicação e processamento de dados permitem analisar o padrão de consumo de água em intervalos regulares de tempo.

 

⇒ Redução de custos operacionais

⇒ Identificação mais rápida de vazamentos

⇒ Manutenção Preditiva ao longo da distribuição

⇒ Menor desperdício de água

⇒ Tarifas mais baixas para consumidor final

Quer saber mais sobre
Soluções de Telemetria?

Entre em contato com nossa equipe